Dor Orofacial: há um ser humano pro trás dela!

Assim como na Medicina, nós Dentistas acabamos nos ultra-especializando. Com isso, fechamos os olhos para aspectos fundamentais das queixas de nossos pacientes. Será que aquele que nos procura por dor na ATM ou uma neuralgia trigeminal tem um problema tão localizado assim? E os aspectos emocionais? Como ele chegou a este quadro? Como ajudá-lo? A mim, parece que a resposta passa pela compaixão, não no sentido de piedade, mas sim na capacidade de colocar-se no lugar dele. Quando este paciente (que tantas vezes já passou por outros profissionais) nos procura, quais suas expectativas? Um link bastante interessante foi escrito por meu amigo, o médico Alexandre Feldman, com o título- Medicina- Arte ou Ciência ( http://medicinadoestilodevida.com.br/medicina-arte/). Enxergar o paciente como um todo, saber ouví-lo, colocar-se no lugar dele: assim, todos nós que fizemos juramento, deveríamos agir!!Image

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s