Relacionamento da alimentação e dor crônica

Algumas pessoas, especialmente as mulheres, nascem com tendência a desenvolver dores crônicas durante a vida( enxaqueca, disfunções da ATM, fibromialgia), que irão se manifestar dependendo de uma série de fatores: meio ambiente, aspectos emocionais, ocupação, etc. Dentre estes fatores, os hábitos alimentares também são importantes.Afinal, nossas células, nossos tecidos renovam-se diariamente. Quais alimentos podem ajudar?

– bananas, carboidratos em geral, carnes magras, leite e derivados, são fontes de triptofanos, aminoácidos precursores de serotonina

– espinafre, brócolis, cajú, aveia, castanhas, nozes- ricos em magnésio e selênio

– peixes como  atum e salmão, ricos em ômega 3

E quais os vilões?

– embutidos, vinho tinto, queijos maturados, excesso de cafeína, bebidas alcoólicas, açúcar refinado e adoçantes são alguns exemplos que podem piorar a dor

Os efeitos, tanto para o bem quanto para o mal, levam um tempo para acontecer. Por isso, a palavra “hábitos”.

Adotar alimentação correta e balanceada, além de cultivar outros bons hábitos de vida ( especialmente atividade física bem orientada), podem ajudar bastante. Cuide-se!

Image

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s