Disfunções da ATM e dor orofacial em idosos

Como todos sabemos, estamos vivendo cada vez mais. Com isso, muitos estudos tem sido realizados, indicando os cuidados que temos que tomar quando tratamos um paciente idoso. Doenças comuns à idade mais avançada, medicamentos de uso contínuo, etc. nos exigem cautela quanto à terapêutica a ser empregada.  Em relação às dores orofaciais, estes cuidados tem que ser redobrados, pois tratamos de muitas estruturas localizadas em uma área anatômica, que podem levar a múltiplas dores, oriundas dos dentes, olhos, seios paranasais, vasos sanguíneos,língua, mucosa, articulação temporomandibular (ATM) e músculos. Mais de 50% dos idosos queixam-se de dores na face e cabeça com impacto negativo em suas vidas. Bruxismo, dores dentárias, dores de cabeça, ardência bucal, cansaço nos músculos da face são algumas das queixas citadas. É comum que os pacientes com dores crônicas tenham procurado vários profissionais e cheguem confusos em relação ao diagnóstico e tratamento proposto. Um  exame clínico detalhado, realizado por profissional habilitado, irá diminuir o risco de erro e a realização de exames e procedimentos tantas vezes ineficazes e desnecessários. 

Image

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s